marca nova ecomodas.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vic Benedett

Vocalista do Pier49 Music

Faça um tour virtual pelo Viveiro Educandário da EcoModas no Parque Municipal Juarez Frotté.
 
O Viveiro Educandário da EcoModas tem por objetivo reaproveitar cones de linhas vazios gerados pela própria EcoModas  e também por outras confecções, para servir como recipiente para cultivar árvores nativas da Mata Atlântica que são usadas para preservar nascentes e matas ciliares. 
 
Este espaço também é utilizado por escolas públicas e privadas como ambiente educacional para promover a conscientização ambiental de crianças, jovens e adultos. Mais do que reaproveitar lixo têxtil e plantar árvores, a meta da EcoModas é envolver a todos na preservação do planeta. 
 
Confira alguns dos vídeos gravados no Viveiro Educandário EcoModas
 
  Quer levar seus alunos para uma aula prática de educação ambiental no Viveiro Educandário?   
 
  Fale com gente!  
 
História Resumida
Desde 2010, Alex e Adriana Santos da EcoModas reutilizam lixo têxtil para cultivar árvores nativas.
Iniciaram este projeto com o reaproveitamento de sacolas plásticas de embalagem de bojos moldados - usados para fabricação de sutiãs. Logo, em 2011, passaram a reaproveitar cones de linhas vazios que, ao contrário das sacolas, podem ser reutilizados por diversas vezes já que a muda é retirada dos carreteis plásticos antes de irem para o solo em definitivo. Inclusive, eles contam com um laudo técnico assinado pelo Instituto Politécnico da Uerj que  aprova o reuso dos cones plásticos para tal finalidade ecológica da EcoModas
O respectivo projeto iniciou-se nas escolas, ou seja, Alex e Adriana Santos da EcoModas levavam para dentro das instituições de ensinos (públicas e privadas) pequenos viveiros de mudas contendo cerca de 100 árvores. Houve uma época em que o projeto existiu em 08 escolas e mais outras 10 também queriam ter um viveiro do projeto, e foi aí que eles decidiram criar um espaço maior para otimizar as ações. O Viveiro Educandário nasceu com o próposito de se tornar um ambiente propício para receber estudantes e fomentar a conscientização ambiental. A meta de Alex e Adriana é de implantar outros viveiros em locais em Nova Friburgo.
 
DOE CONES DE LINHAS VAZIOS 
_MG_0751.JPG
Cones de linhas são feitos de plástico (polipropileno) que, se for descartado no meio ambiente, levará alguns SÉCULOS para se decompor.
 
No Projeto Ambiental Viveiro Educandário EcoModas estes cones de linhas vazios são reutilizados para acomodar a terra onde a muda é cultivada ao longo de um período entre 06 a 12 meses até o momento em que são plantadas próximos de rios e nascentes.

 

Após o plantio, os cones retornam ao Viveiro Educandário para o cultivo de novas árvores.

 

Este projeto segue as diretrizes dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Confira.

Lançado em 2000 pelo então secretário-executivo das Nações Unidas, Kofi Annan, o Pacto Global nasceu da necessidade de mobilizar a comunidade empresarial do mundo para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos em suas práticas de negócios.

 

A iniciativa global é um avanço na implementação de um Regime de Direitos Humanos e Sustentabilidade empresarial. Atualmente, são quase 13 mil signatários articulados em mais de 160 países. Fazem parte pequenas, médias e grandes empresas, além de organizações da sociedade relacionadas ao setor privado.

 
ESPÉCIES CULTIVADAS

Neste viveiro, priorizamos a espécie Palmito-juçara – também conhecida como Açaí-da-mata-atlântica. Ameaçada de extinção por conta da extração ilegal do palmito, seus frutos servem como alimento para mais de 60 animais silvestres. Esta é considerada uma das mais importantes árvores da Mata Atlântica, inclusive a mesma propõe seus frutos num tempo em que há estiagem de alimentos dentro da Mata Atlântica.