Nome Científico: Syagrus romanzoffiana.

 

Família: Arecaceae.

 

Nome vulgar: baba-de-boi, coco-catarro, coqueiro, coqueiro-jerivá, coquinho-de-cachorro, jeribá, Coqueiro pindoba, Coco juvena, Coqueiro pindó, Gerivá, Juruvá, Jiruvá, Jurubá.

 

Ocorrência natural: Restingas, florestas ombrófilas densas, florestas estacionais semideciduais, florestas estacionais deciduais, ou outras formações florestais como matas ciliares, matas paludosas, e cerrado.

 

Origem: Brasil.

 

Locais de Ocorrência: Ocorre naturalmente da Bahia até o Rio Grande do Sul, Uruguai, Paraguai e Argentina, além de se estender nos estados do Mato Grosso do Sul e Goiás.

 

Altura: De 15 a 20 metros.

 

Tronco: Tronco fino, alto e quase liso.

 

Folhas: As folhas são longas, com 2 a 4 metros de comprimento, arqueadas, pendentes, pinadas e com numerosos folíolos.

 

Flores: As inflorescências surgem o ano todo, em cacho pendente, grande, ramificado, com pequenas flores de cor amarelo creme.

 

Frutos: O fruto é do tipo drupa, de cor amarela ou alaranjada, de formato globoso a ovóide, com polpa fibrosa, suculenta e doce.

 

Utilidade: Construção Civil, Frutíferas Comestíveis, Frutíferas para Pássaros, Melíferas, Uso Ornamental.