Nome Científico: Cedrela fissilis.

 

Família: Meliaceae.

 

Nome vulgar: Cedro, cedro-rosa, cedro-vermelho, cedro-branco, cedro-batata, cedro-amarelo, cedro-cetim, cedro-da-várzea.

 

Ocorrência natural: Amazônia, Caatinga, Pampas, Pantanal e Mata Atlântica.

 

Origem: Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo.

 

Locais de Ocorrência: Sudeste, Sul.

 

Altura: De 30 a 35 metros.

 

Tronco: Tronco de 60-90 cm de diâmetro, revestido por casca com ritidoma suberoso.

 

Folhas: Folhas alternas espiraladas, compostas pinadas, de 60-100 cm de comprimento.

 

Flores: As flores são brancas, com tons levemente esverdeados e ápice rosado; também são pequenas, agrupadas em tirsos axilares de 30 cm, na média, sendo que as masculinas são mais alongadas que as femininas.

 

Frutos: Fruto cápsula septífraga deiscente, com sementes monoaladas.

 

Utilidade: Nascente e Mata ciliar.